Cheerios em Porto Alegre

Sabe gente, coisa de uns 30 anos atrás Cheerios era parte da minha alimentação semanalmente. Um produto disponível em qualquer mercado na Califórnia. Sempre quando no Brasil eu procurei mas nunca achei.
Agora o que encontro no Zaffari da Ipiranga em Porto Alegre? Cheerios.

Legal! Acho interessante que finalmente o mercado Brasileiro comece a ter produtos diferenciados como nos EUA.

Decidi fazer uma pesquisa sobe o Cherios, e na Nestlé  Brasil está como novidade, que coisa. No resto do mundo o Cheerios é amplamente consumido e existem vários tipos de Cheerios.

Veja um comercial de 1990 do cereal.

 

Impressionante. Levou mais de 20 anos pro produto BÁSICO chegar aqui.
Outro produto que espero chegar faz tempo é o ROOT BEAR.
Quanto tempo até este refrigerante chegar será?

Por que empresas demoram tanto para trazer diversidade de produtos para o consumidor Brasileiro? Será que o poder aquisitivo do povo é tão restrito? E se for, como pode se o país é tão rico?

O resultado é uma experiência e uma existência diferente, prejudicada. Se nem um cereal as empresas acham lucrativo investir no Brasil, imagine todo o resto. Enquanto nos EUA e Europa estão testando os Carros sem Motorista, aqui no Brasil não temos ainda nenhum sinal de que esta realidade poderia acontecer. A partir do cereal, comecei a traçar vários paralelos… enfim pessoal, só queria compartilhar isso com vocês.

Comentários

Ricardo Cury

Desenvolvedor de websites desde 1998. Diretor de negócios da Delta Design, autor de conteúdo no RGSTur, Desenvolvedor do Revista Internet, Webmaster no O Café, desenvolvedor do Turismo de Compras, videomaker, produtor e criativo em diversos projetos web. I LOVE INTERNET