Coringa (Joker) – Meu personagem favorito

O filme Joker (Coringa), recentemente lançado com a interpretação de Joaquim Phoenix que tive oportunidade de assistir no cinema me causou um impacto muito positivo. Primeiro preciso dizer que o Coringa é o meu personagem favorito de todos os tempo de todos os personagens fictícios que já vi na vida. Se existe um personagem que realmente admiro, é o Coringa.

Sempre o Coringa foi um personagem de extrema profundidade e que agia fora da realidade de todos os vilões. Este sim é um super vilão. A complexidade por trás da existencia deste personagem é gigantesca e evidentemente um ator para interpretar este papel precisa fazer uma profunda transformação e pesquisa.

Infelizmente até este filme, o Coringa sempre teve um papel secundário em filmes do Batman, mas mesmo assim, suas aparições, e a desenvoltura dos atores que interpretaram o personagem sempre foram de grande importância portanto os atores eram evidentemente exigidos fazer algo extremamente difícil, que é interpretar o personagem.

Depois da interpretação do Joker de Heath Ledger, que mostrou um personagem amplamente perturbado, e realmente um vilão maluco, por muito tempo fiquei apreensivo pensando que talvez nunca mais se visse um Joker tão realista. A tentativa do Joker no Death Squad, apesar de ser interessante, realmente foi uma tentativa muito rasa de apresentar o personagem, o que foi um pouco frustrante.

Quando soube que seria Joaquim Phoenix, é claro que fiquei um pouco confuso, mas sabendo da enorme experiência do ator, achei uma boa escolha.

Que supresa, que deliciosa e maravilhosa surpresa assistir o Joker interpretado pelo Joaquin Phoenix, o cara literalmente emagreceu para fazer o personagem. Em entrevista no Golden Globe, o qual ele ganhou inclusive pelo personagem, ele revelou que estudou amplamente personagens famosos assassinos reais da história, assim como os efeitos e doenças relacionadas aos medicamentos que o personagem do filme toma.

A interpretação do Joaquin Phoenix e a forma como o personagem é apresentado, onde a histórias do filme revela a maneira como o personagem se formou e se tornou no que ele é está perfeita. Achava difícil alguém superar Heath Ledger, mas Joaquin Phoenix conseguiu e de forma suprema!

Diferente de maioria dos filmes de ação e personagens de ação que vemos ultimamente nos cinemas, com milhões de efeitos especiais, o Joker é um filme que básicamente trabalha em cima da interpretação do Joaquin. Ver Joaquin aceitar e conseguir de forma explendida, sozinho praticamente em grande parte das cenas, construir, fazer este personagem tão complexo, crescer e se transformar, é algo realmente merecedor de vários premios. O ator e as cenas do diretor são minucionamente apresentadas, cada movimento, cada detalhe, cuidadosamente elaborados para mostrar este personagem tão incrível e que supera qualquer vilão já criado.

Neste filme vemos um Joker completamente perturbado, e começamos a entender um pouco da profundidade de sua loucura e sua perturbação mental e como assassinar se torna para ele algo que alivia a tragédia de sua vida.
A forma como Joaquin conseguiu construir este personagem, detalhes como a forma de andar, a dança que ele faz, trazem algo de encantador ao personagem, trazem um ar muito artístico mesmo sendo totalmente sombrio.

O cenário do filme onde a Gotham de Joker foi criado é uma Nova York dos anos de depressão onde até os lixeiros fizeram greve e pilhas de lixos se acumulavam nas ruas. Um cenário depressivo e desesperador.

O diretor Todd Phillips que também ajudou a escrever o filme com o Scott Silver conseguiram reunir elementos incríveis e tornar a história do Joker plausível e compreensível, apresentando o personagem de uma forma a cativar o público.

Outro detalhe que chama atenção é a participação de Robert DeNiro, um ator que já fez grandes filmes como Taxi Driver, que pode ter inspirado uma cena deste filme.

Outra grande e incrível surpresa deste filme é a trilha sonora, criada pela incrivel Hildur Guðnadóttir, uma moça que tem um talento fantástico para capturar o personagem e suas nuances e criar a trilha perfeita.

O Joker está disponível para Streaming no Youtube, você pode comprar o filme e assistir quantas vezes quiser. Foi o que fiz. Cada vez que assisto percebo novos detalhes.

Comentários

Hits: 0

Ricardo Cury

Desenvolvedor de websites desde 1998. Diretor de negócios da Delta Design, autor de conteúdo no RGSTur, Desenvolvedor do Revista Internet, Webmaster no O Café, Produtor do Corredoras, webmaster em diversos projetos web, videomaker, produtor e criativo em diversos projetos web. I LOVE INTERNET