Criticar Religião é necessário, mas complicado

Algum tempo atrás Sam Harris criticou as ideias do Islam, religião de muitos muçulmanos pelo mundo todo. Sam Harris evidentemente recebeu críticas fortes, mas será mesmo que ele está errado em criticar ideias ruins?

Religiões costumar jogar um jogo de esconde esconde, elas se escondem atrás de algumas premissas para evitar de terem de se explicarem. Uma das favoritas desculpas dos religiosos é justamente a desculpa de terem sido ofendidos.

Claro que Ben Afleck, ator e ativista humanitário enxerga diferente o problema, pelo ponto de vista humanitário, religião não deveria entrar no quadro da questão, porém, ao analisarmos as doutrinas religiosas que constituem o alicerce da religião islâmica, é impossível não relacionar o livro como inspiração para diversos dos atos terroristas.

Veja o que o Sam Harris falou em outra entrevista, mencionando o entrave com o Ben Afleck no programa do Bill Maher.

O episódio é interessante pois demonstra que é possível e muito provável que muitas pessoas querem coisas boas para a sociedade, mas não conseguem identificar como podem as religiões serem entidades que estão trazendo violência para o mundo moderno, acabam defendendo a religião por  simples medo.

 

Comentários

Ricardo Cury

Desenvolvedor de websites desde 1998. Diretor de negócios da Delta Design, autor de conteúdo no RGSTur, Desenvolvedor do Revista Internet, Webmaster no O Café, desenvolvedor do Turismo de Compras, videomaker, produtor e criativo em diversos projetos web. I LOVE INTERNET