Exorcismo Negro – Filme de terror de 1974 do Zé do Caixão

Esta hoje procurando vídeos de Terror, um gênero que gosto muito, e comecei a lembrar de filmes antigos, imediatamente me lembrei do Zé do Caixão, fiz uma busca e olha o que achei! Exorcismo Negro! Então aproveito aqui para compartilhar com você!

Exorcismo Negro é um filme brasileiro de terror de 1974 elenco e dirigido por José Mojica Marins, também conhecido pelo seu alter ego, Zé do Caixão.

Produzido em 1974. Lançado em 23 de dezembro de 1974 (São Paulo /SP). Colorido. 94 min.

Produtor Anibal Massaina Neto (Cinedistri) Diretor José Mojica Marins Diretor de Produção Antonio Sant’Anna Assistentes de Produção André Klotzel e Fernando Braun Roteiro e Diálogos Adriano Stuart e José Mojica Marins Argumento Rubens F. Lucchetti e José Mojica Marins Roteirista não-creditado Rubens F. Lucchetti Diretor de Fotografia e Câmera Antonio Meliande Assistentes de Câmera Jorge Pfister Montagem Carlos Coimbra Figurinos Campelo Neto, Gregorio’s e Agam Maquiador Flávio Tôrres Efeitos Sonoros Geraldo José Efeitos Óticos Solótica Distribuição em Vídeo CIC Vídeo Elenco José Mojica Marins, Jofre Soares, Walter Stuart, Georgia Gomide, Adriano Stuart, Wanda Kosmo, Alcione Mazzeo, Marcelo Picchi, Ariane Arantes e Merisol Marins.
Após uma entrevista na qual nega a existência de Zé do Caixão, o cineasta José Mojica Marins parte em férias para a casa de campo de um amigo. Lá reencontra Álvaro, sua esposa Lúcia, e as três filhas, e fica sabendo que Wilma, a mais velha, está noiva de Carlos. Logo fenômenos sobrenaturais passam a se manifestar na casa, com seu Júlio (pai de Álvaro) tomado pelo demônio, bradando em voz satânica que tem uma dívida a cobrar na casa.
Mojica descobre que Wilma fora prometida ao diabo, numa missa negra conduzida por ninguém menos que Zé do Caixão! Ele fica chocado ao contemplar a existência em carne e osso de seu personagem, acontecendo o inevitável confronto entre criador e criatura. Com o “Despertar da Besta” interditado pela censura, “Exorcismo Negro” mostrou, pela primeira vez no cinema, Mojica em papel duplo, interpretando a si mesmo e a seu alter-ego.    Fonte: site oficial do Zé do Caixão

Sem dúvidas é muito inspirador para todos que trabalham de alguma forma com vídeo.

O Cinema Brasileiro é repleto de pérolas de terror, alguns independentes, que poucas pessoas parecem conhecer. Acho bastante válido divulgar estes filmes para que as pessoas conheçam o produto nacional que é de ótima qualidade.

 

Comentários

Hits: 66

Ricardo Cury

Desenvolvedor de websites desde 1998. Diretor de negócios da Delta Design, autor de conteúdo no RGSTur, Desenvolvedor do Revista Internet, Webmaster no O Café, Produtor do Corredoras, webmaster em diversos projetos web, videomaker, produtor e criativo em diversos projetos web. I LOVE INTERNET