Imigração no Planeta Terra

Desde que Donald Trump assumiu a presidência nos Estados Unidos o assunto ficou em maior evidencia nos programas de alta audiência nos EUA e portanto também assunto de atenção e debate nos noticiários Brasileiros. A realidade é que imigração é um problema global e que deveria ser considerado algo natural e inerente do ser humano. Existem pessoas que gostam de ficar paradas no mesmo lugar, enquanto que existem pessoas que gostam de estar sempre em movimento, enquanto que ao mesmo tempo existem pessoas que simplesmente teriam melhor proveito de suas vidas podendo estar em outros lugares do mundo por motivos de profissão por exemplo, ou até mesmo por motivos de saúde.

Acontece que desde que Donald Trump surgiu querendo fechar fronteiras, com a ideia de construir uma parede, ao mesmo tempo em outros lugares do mundo movimentos protecionistas também emergiram em outros países. Outros lugares simplesmente estão impedindo seus cidadãos de saírem do pais.

O conservadorismo que vem surgindo, como se estivesse dando seu último suspiro, tenta com todas as forças que ainda lhe restam, buscar de alguma forma se manter no poder na esperança de que a globalização seja passageira.

A realidade é que já ultrapassamos a muito tempo o ponto sem volta e pessoas do mundo inteiro estão em contato umas com as outras, compartilhando informações, participando de debates pelo mundo todo e os problemas também são compartilhados, portanto isso pode fragilizar quem está promovendo atos desumanos e roubando o povo, as denúncias correm o mundo em segundos.

Não é a toa que tantas iniciativas políticas tentam controlar a media ou desmoralizar os veículos de comunicação. Impedir que informações sejam disseminadas fazem parte do grande jogo político mundial.

Sem uma imprensa livre, é impossível se assegurar que as pessoas estejam sendo asseguradas seu direito a liberdade. Pode ter certeza que onde a imprensa não for livre, o povo está sendo escravizado.

Nos Estados Unidos, um pais rico e cheio de oportunidade, é claro que muitas pessoas querem ir para lá. Quem não conhece um amigo ou sabe de alguma história de alguém próximo que foi para lá, ou que até possa estar morando lá? Hoje em dia ter acesso aos Estados Unidos já é algo comum e amplamente disseminado, porém com a administração atual, isso mudou.

Países como a China, as pessoas querem sair de lá, mas o governo nem sempre permite. Eles agora tem até um Score Card Social que se a pontuação social da pessoa for muito ruim, as pessoas ficam proibidas de saírem do país. O nível de vigilância é monstruoso na China. Existe todo um firewall de segurança que impede ou permite dados digitais de entrarem ou saírem do país, conteúdo é restrito, e acessos são monitorados.

Na Russia, não muito tempo atrás, ficamos sabendo como é a gestão do Vladmir Putin através dos relatos de pessoas como as meninas do Pussy Riot, entre outros vários casos, inclusive de morte, sumiço de pessoas e até mesmo manipulação digital de opiniões, como estão sugerindo em relação ao Brexit e nas eleições Americanas.

Um vídeo muito interessante é o documentário da CNN. Podemos entender um pouco a história do ditador Russo e a sua mentalidade por trás de suas ações.

Tanto na China quanto na Russia, o mesmo presidente segue em poder fazem anos, o Putin recentemente reeleito sob circunstâncias extremamente duvidosas, assim como na China onde agora o primeiro ministro pode ficar no poder até quando quiser.

É claro que depois de verem o que aconteceu com Muammar al-Gaddafi, todos os ditadores tem medo.

Na Venezuela, a situação econômica foi pro beleléu. Venezuelanos estão imigrando em massa para o Brasil em busca de uma vida melhor. Inclusive o John Oliver tem um ótimo episódio que saiu recentemente sobre o assunto.

Agora, em termos de sofrimento humano, o que todas estas políticas protecionistas conquistam?

Ao entender que tentar restringir o direito das pessoas de irem para onde elas quiserem, se está impedindo que estas pessoas sejam felizes, ou que evitem sofrer, se torna óbvio pelo menos para mim que as pessoas deveriam se tornarem cidadãs globais. Assim como estamos todos conectados de forma digital, estamos também todos no mesmo planeta. Infelizmente enquanto houver governos que querem se manter fechados para o mundo por medo de serem corrigidos e cobrados mais, preferem tentar manter o seu povo na ignorância, pobreza e servidão. Não consigo sinceramente entender por que as pessoas aceitam.

É ai que vem a Internet. As pessoas se esquecem o quanto é importante  esta ferramenta, publicar fotos e memes é divertido, até certo ponto, mas a realidade é que informações precisam ser divulgadas e distribuídas, as pessoas precisam se informarem sobre tudo que acontece.
Todos de certa forma tem responsabilidade nisso, ao estarem doando seu tempo para a rede social, publicando muitas vezes banalidades, deveríamos que sabe estar mais conscientes sobre os problemas do mundo e focando mais em solucionar este tipo de problema.

Aqui no Brasil existem problemas enormes, estamos em meio a um governo que literalmente fez um manobra política para estar no poder, os governos anteriores apesar de abrirem muitos debates, também fizeram muitos investimentos incorretos no país e agora estamos pagamento o preço de todos estes problemas acumulados. Ao mesmo tempo, temos imigrantes Venezuelanos vindo para o Brasil, precisamos criar mecanismos de amparo, para que este povo não sofra mais ainda no Brasil.

A realidade ao meu ver é que em tudo isso falta empatia, simplesmente conseguir se colocar no lugar do próximo e entender que a gente precisa sim fazer todo possível para assegurar o bem de todos, ao mesmo tempo repudiando atitudes que são desumanas e cobrando das autoridades a imposição de responsabilidade social, ética e moral.

Eu sempre acreditei em liberdade de expressão, em iniciativa, em ajuda ao próximo, em racionalizar e compreender problemas, compartilhar soluções e resolução de problemas, e vou seguir sempre agindo dentro desta visão.

 

 

 

 

 

Comentários

Ricardo Cury

Desenvolvedor de websites desde 1998. Diretor de negócios da Delta Design, autor de conteúdo no RGSTur, Desenvolvedor do Revista Internet, Webmaster no O Café, desenvolvedor do Turismo de Compras, videomaker, produtor e criativo em diversos projetos web. I LOVE INTERNET